Conheça os vinhos gaúchos que dão orgulho ao RS

Rio Grande do Sul possui a maior quantidade de Indicações Geográficas de Vinhos do país; IP Altos Montes abriga a maior extensão de plantação de uvas do Estado

A riqueza do solo gaúcho, junto às características climáticas e geográficas formam o berço ideal para a produção de uvas e vinhos de excelente qualidade. Por isso, o Rio Grande do Sul é o Estado que mais abriga Indicações Geográficas de Vinhos do Brasil. O país possui, ao total, dez IGs, sendo sete delas gaúchas: IP Altos Montes, DO Vale dos Vinhedos, IP Farroupilha, IP Monte Belo, IP Pinto Bandeira, IP Campanha Gaúcha, Altos de Pinto Bandeira.

Nascem nas terras riograndenses vinhos apreciados e reconhecidos nacional e internacionalmente, aprovados por jurados acostumados a avaliar os melhores rótulos do mundo. O Panizzon Espumante Chardonnay Brut é o exemplo de rótulo que traz grande destaque aos vinhos gaúchos. Ele conquistou Medalha de Ouro (2019 e 2016) e Prata (2020), no Chardonnay du Monde, na França, país que criou essa forma de produção de vinho. 

“O Chardonnay du Monde, um concurso que é realizado na França, país símbolo do espumante, o que tem uma importância muito grande, pois ser reconhecido pela qualidade em seus produtos perante especialistas, enólogos e sommeliers, faz com que o trabalho que é realizado na vinícola traga a satisfação de estar no caminho certo”, comenta Filipe Panizzon, sócio da Vinícola Panizzon e presidente da Associação de Vinícolas dos Altos Montes.

 Entre as sete Indicações Geográficas gaúchas, a IP Altos Montes é a que abriga a maior extensão de plantação de uvas do Rio Grande do Sul, podendo chegar a 80 milhões de quilos da fruta e 45 milhões de litros de vinho numa só safra. Por isso mesmo, a região, localizada na Encosta Superior do Nordeste do RS, entre os municípios de Flores da Cunha e Nova Pádua, é responsável por uma grande variedade e diversidade de vinhos.

Confira abaixo 9 vinhos dos Altos Montes premiados no Brasil e no exterior:

1 – Boscato Gran Cave Merlot

Safra 2010

– Grande Prova de Vinhos do Brasil 2016, 2017 e 2019 – Medalha de Ouro

– Vivino Wine Style Awards Honors 2018 – Top Wine Categoria Merlot

Safra 2005

– VI Concurso Internacional de Vinhos do Brasil – Medalha de Prata

–  17º Concurso Enológico Internacional (Itália) – Grande Menção Honrosa

– 16° Seléctions Mondiales des Vins (Canadá) – Medalha de Prata

– Anunga Wine Special 2009 (Alemanha) – Medalha de prata

– Concours Mondial de Bruxelles 2008 (Bélgica) – Medalha de prata

2 – Panizzon Espumante Chardonnay Brut

– Chardonnay du Monde (França) – 2020 – Medalha de Prata

– Chardonnay du Monde (França) – 2019 – Medalha de Ouro

– Chardonnay du Monde (França) – 2016 – Medalha de Ouro

3 – Rio Bravo Espumante Moscatel

-11º Concurso do Espumante Brasileiro – Medalha Ouro

– Brazil Wine Challenge 2018 – Medalha Ouro

– 7ª Grande Provas de Vinhos do Brasil – Medalha Ouro

– BonVivant – Excelente, 90 pontos

4 – Chardonnay Reserva

– Avaliação Nacional de Vinhos – 16 melhores amostras (2007, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014)

5 – Cabernet Sauvignon Reserva Fabian

– Grande Prova Vinhos do Brasil de 2018 e 2019 – Medalha de Duplo Ouro

– Grande Prova Vinhos do Brasil de 2018 e 2019 – Campeão da categoria Tinto Cabernet Sauvignon

6 – Viapiana Nebbiolo 2015

– 8ª Grande Prova de Vinhos do Brasil – Melhor Tinto Super Premium

– Guia Adega 2018/2019 – Destaque na categoria Tintos

7 – Luiz Argenta Cave Rosé Nature

– Guia Descochados 2020 – (94 pontos) Melhor Espumante, Melhor Espumante Método Tradicional e Melhor Nature.

8 – Cordelier Espumante Rosé Brut

                – Concurso do Espumante Brasileiro – Medalha de Ouro

9 – Valdemiz Arinarnoa 2015

                – 8ª Grande Prova de Vinhos do Brasil – Medalha de Ouro

Confira mais informações em www.vinhosdosaltosmontes.com.br.

Siga o GRS no Instagram